Como fazer café e cappuccino cremoso em casa

O frio está chegando e com ele vem as receitas deliciosas para aquecer um pouco os nossos dias. Como sou daquelas pessoas que amam frio e bebidas quentinhas, hoje eu trouxe duas que são muito fáceis e rápidas de preparar. Então se você gosta de café prepare-se, porque você vai se apaixonar!

O que nunca dizem sobre o pug...

Quando fazemos pesquisas na net para saber sobre as raças dos cães o que mais achamos por aí é: o pug é um cão calmo, o pug não late, o pug não faz bagunça, o pug isso, o pug aquilo... Mas eles nunca relatam que isso só acontece depois que ele se torna adulto, eles esquecem de contar para nós (que nunca tivemos um) que o pug passa pela infância kkkkkkkkkk e daí a gente fica com aquela idéia que ele é assim a vida inteira, com essa carinha de "sou um anjinho mamãe" desde que nasce até quando morre, mas ele tem todas as características de qualquer raça de cachorro. Pode rir, fui tola em pensar assim!? Fuiiiiiii, mas acho que quem começou com essa historia de que pug não late é porque pegou ele já crescidinho. Então hoje eu vou contar para vocês o que o pug tem em comum com todos os outros cachorros.

O que nunca dizem sobre o pug...

O Baruk veio para minha casa com 45 dias de vida, ou seja, estou passando por toda a infância dele, então posso falar de carteirinha tudo o que está acontecendo.
  1. Ele é BANGUNCEIRO sim... De calminho ele não tem nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk (por enquanto)... O Baruk roeu vários móveis aqui em casa, e acabei de descobrir o forro debaixo da minha cama também rasgado, além do móvel da sala, dois encostos das cadeiras da mesa, e de um pé da mesa... Sem contar dois cantos do rodapé, do puxador da gaveta da pia da cozinha, da base de uma estante de plástico que ele fazia de cama, etc... Ok, a gente sabe que os dentinhos nascendo, assim como nas crianças, causam um desconforto, mas os meus móveis eram novossssssssssssssssssssssssss... buaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa... Mas o da tv vou reformar (quem sabe não rola um DIY para vocês)
  2. Faz de tudo para CHAMAR A ATENÇÃO: Se estou em casa o dia inteiro mas não estou perto dele ele simplesmente destrói o tapete higiênico dele, e não importa se acabei de colocar, tem dias que troco 3 vezes... Se eu saio de casa, quando eu volto o tapete está inteirinho e ele dormindo... Grrrrrrrrrrrrrrrrr.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
  3. Troquei meu sofá, e agora... o Baruk vai roer? Simmmmmmmmmmmm (já tentou, mas fui ninja hahahahah)... Então antes de começar a pensar mais sério nisso comprei aquelas grades para separar a sala do Baruk hahahahha, e daí o que começou? OS LATIDOSSSSSSS... Gente, juro para vocês, o bicho late que nem um louco, e não é aquele latido que dizem por aí na net não, latidinho rouco que nem percebe que o cachorro está latindo... é latido de acordar defunto kkkkkkkkkkkkkkkkkk, latido estridente, agudo e que incomoda. Resumindo... ele não pode ficar preso de um lado e eu do outro, senão... Eu não posso ter nada que me separe dele, mesmo que seja uma grade, mesmo que ele esteja me vendo... ele vai latir.
  4. E daí a história do latido continua... Meu excelentíssimo pug como não gosta de ficar separado de mim desde quando veio para casa, tem a péssima mania de latir as 6:00 da manhã todos os dias... No começo o que nos separava era a porta do quarto porque eu durmo de porta fechada, ele raspava e latia. Depois que comprei a grade, é óbvio que não iria deixar ele dormir na sala senão eu acordava com meu sofazinho todo rasgado, então ele late do lado de lá dela... Pensa no desespero desse cão me chamando às 6:00 da manhã?! Prédio em silêncio, vizinhos dormindo... Eu acordo nesse horário todos os dias, mas não levanto quando acordo, então pensei... vou deixar latir um pouquinho que ele cansa e vai deitar... Que nada kkkkkkkkkkkkkk, tenho que levantar e dar comida. Passado algum tempo fazendo isso, o bicho comia e voltava a latir, daí passei a ligar a televisão... Deu certooooooo!!! Mas só funcionou nos dois primeiros dias, até que no terceiro ele resolveu latir às 5:38 (sim, olhei no relógio)... Gente, esse dia levantei de mal humor que nem eu me aguentei, e o pior está por vir... Tocou o interfone... Danou-se tudo!!! O Baruk acordou o vizinho. Pior que não sei quem é que deu dois toques e desligou... (Liga mas não fala... nem vou falar o que estou pensando). Até que nesse dia coloquei ele para dormir no meu quarto, na cama dele porque não gosto de cachorro em cima da minha cama, ainda mais agora que ele vai dar sua voltinha na rua três vezes no dia, não dá mesmo para subir na cama né?! (sempre tive cachorros e nunca nenhum subiu)... EBAAAAAAAAAAAAAAA, primeira vez na vida que o Baruk não latiu as 6:00 da manhã... Espero que continue assim.
Uma coisa que o Baruk não fez, e que geralmente os bebês fazem, é roer a cama dele. Ele mordia mas não chegou a rasgar, troquei agora porque já estava pequena.

Hoje ele está fazendo cinco meses de vida e nunca pensei que fosse contar os dias para um filhote de cão se tornar adulto kkkkkkkkkkk, mas fico muito feliz em ter mais essa experiência canina na minha vida. Amo o Barukinho da mãe kkkkkkkk, mas oh canseira que ele dá. Realmente é uma raça carente e de colo, se deixar ele fica o dia inteiro comigo, nem no banheiro eu consigo ir sozinha, ele senta e fica olhando para mim... isso quando não pede para subir no colo (imagina a cena kkkkkkkkkkk).

E é  isso amores, isso tudo aconteceu nos primeiros meses de vida do meu pug, claro que foi um resumão desses meses porque tem muita história por trás dessa raça, mas aos poucos vou contando vocês.

Beijossssss.

Sigam o Blog nas redes Sociais
Facebook  -  Instagram  -  Twitter  -  Youtube  -  Pinterest