29 dicas para vendedor iniciante [ou experiente]

Dizem que vender é uma arte, ou que só se dá bem quem já nasceu com dom para ser vendedor. Eu discordo completamente que é preciso nascer com dom, há 8 anos atrás entrei nesse ramo de cabeça, sem saber absolutamente nada de vendas, e me surpreendi comigo mesmo já no primeiro mês.

Alergia a Esmalte... Como identificar e o que fazer!!!

Olá meninas, tudo bem? Hoje vou falar um pouquinho sobre a alergia a esmaltes, como identificar e o que fazer. Resolvi falar sobre isso porque estou com uma leve desconfiança que estou tendo essa reação, então resolvi estudar sobre o assunto, e pelo que percebo é bem mais comum do que eu imaginava. Ainda não fui ao médico para saber se é mesmo, mas continue lendo e você vai me entender.

Imagem: Reprodução
Há muitas mulheres que desenvolvem a alergia na fase adulta, o que é mais do que normal aparecer nessa idade. Segundo especialistas, a alergia a esmaltes é uma dermatite de contato que resulta de uma resposta exagerada do sistema imunológico a um dos componentes químicos, como o tolueno e o formaldeído. Outro componente que também pode causar reação alérgica é a mica, encontrada em esmaltes cintilantes e perolados, mas individualmente falando, cada pessoa pode ter alergia à algum componente que não seja esses citados anteriormente.

Os sintomas da alergia podem aparecer isolados ou combinados, ou seja, você pode apenas apresentar coceira ou escamação nas mãos - o que está acontecendo comigo =(, ou pode além disso apresentar vermelhidões ou inchaços no rosto e olhos, ou onde a pele teve contato com o esmalte. Veja a seguir as reações mais comuns de quem é alérgica a esmaltes:
  • Pele vermelha
  • Coceira ou dor
  • Bolhas de água
  • Descamação da pele ou da unha
  • Inchaço das pálpebras e das mãos.

Por que eu acho que estou com alergia a esmaltes???

Tive há um tempo atrás problemas nas mãos, lembram que eu falei várias vezes sobre micose? Então, cheguei a ir no médico por causa disso e ele também achou que era micose, tomei medicamento super forte e melhorou, mas a pele nunca ficou 100% perfeita e a descamação continuou. O que me despertou a idéia de alergia foi o fato de ficar 15 dias sem esmaltar as unhas porque estava fazendo o tratamento com o Fortificante de Unhas. Durante esse período sem esmaltar a pele em torno das unhas melhorou muito, sem descamar tanto. Quando esmaltei, a pele voltou a descamar demais, foi aí que pensei na tal alergia a esmaltes, mas uma coisa não entendi... esse fortificante tem tolueno e formaldeído na fórmula... Será que sou alérgica a outro componente do esmalte? Ou ao pigmento? Será que isso é possível? Sim isso é possível... Aiaiai, to ficando doida com isso, já faz mais de um ano =(, quero minha mão lisinha de voltaaaaaaa.

Agora está pouco perto do que já esteve =( mas incomoda bastante, no sentido estético e também ao toque.
Outro fator que me vez repensar o caso da alergia, foi a coceira que tinha sempre que esmaltava as unhas no ano passado, mais ou menos na época que começou a descamar os dedos. Na época até pensei que pudesse ser da acetona, mas nunca pensei no esmalte.

O que me resta fazer? Trocar os produtos e fazer o teste antes de procurar um médico.

Para fazer o teste, resolvi usar apenas base, esmaltes, top coat e removedores hipoalergênicos durante um período, se melhorar a descamação e a dor, só pode ser alergia, agora a qual componente, só procurando um dermatologista, mas se melhorar já fico feliz... Mas aí eu vou chorar porque tenho esmaltes que nunca usei e que não vou mais poder usar =(

E agora, eu tenho alergia, o que devo fazer?

Para quem tem alergia a esmaltes, segundo minhas pesquisas e fontes seguras, vocês podem tomar antialérgicos que ajudam a diminuir os sintomas de alergia, mas não irá curá-la...  Além disso, pode também:
  • Escolher esmaltes sem tolueno, formaldeído e mica, e que hoje em dia conta com várias cores lindíssimas, porém é um pouco mais caro que os normais, mas nada além do que não caiba no bolso;
  • Escolher produtos hipoalergênicos, 
  • Ou não pintar as unhas... ÚLTIMA HIPÓTESE DO MUNDOOOOOOO =).
Imagem: Reprodução

Podemos encontrar várias marcas nacionais de esmaltes que são hipoalergênicos, como Colorama, Risqué e Impala, além de vários outros também. Porém, os esmaltes hipoalergênicos tendem a durar menos tempo nas unhas porque o responsável pela durabilidade é o formaldeído, que não está presente na fórmula desses esmaltes.

Nos casos de alergia deve-se modificar totalmente os produtos de manicure, ou seja, deve-se trocar desde a base, passando pelos esmaltes, top coat, óleo secante, removedor... Todos eles devem ser sem tolueno e formaldeído, e a esmaltação das unhas das mãos e dos pés deverá ser com o mesmo tipo de produtos.

Esse fim de semana já usei esmalte e top coat livre de tolueno e formaldeído, e vou continuar assim por mais um tempo para ver se a minha pele melhora... Depois eu conto para vocês... Se não fizer bem, mal também não vai fazer heheheheheh...

O esmalte da semana foi o novíssimo Blue Knight da Mary Kay. É um azul bem escuro, parece preto mas não é. Na filha única usei o Blue Lotus (MK) e a pelicula da Estilo Rosa. O top coat também é da MK. todos são hipoalergênicos.


E agora vamos lá torcer para que não seja alergia, vou ficar muito triste em ver meus esmaltes todos ali paradinhos e eu sem poder usá-los.

Se você tiver alergia à esmaltes conta um pouquinho sobre os sintomas para mim, isso poderá me ajudar muito.

Beijooooooooooo e até amanhã.

Fontes: Tua Saúde, Capricho.

Sigam o Blog nas redes Sociais
Facebook  -  Instagram  -  Twitter  -  Youtube  -  Pinterest