Banha de porco e seus benefícios

Antigamente a banha de porco era muito utilizada para preparar os alimentos pois além de ser de fácil acesso, seu custo era bem menor do que os óleos vegetais. Com o passar do tempo, mitos foram espalhados dizendo que o melhor seria consumir os óleos vegetais e não a banha, dessa forma eles tiveram seus preços reduzidos e passaram a ser mais consumidos no mundo.

Formas de Envelhecimento do Corpo

Cada parte do nosso corpo tem uma determinada forma de envelhecer. Confiram os sinais característicos de envelhecimento das diferentes partes do corpo.


CABELOS: Dos 20 aos 30 anos, podem aparecer cabelos brancos. Entre os 45 e 50 anos surgem cabelos brancos especialmente na fronte e fontes, e passado os 50 anos, é possível que o cabelo se torne mais fraco e menos espesso.

OLHOS: Dos 20 aos 30 anos aparecem linhas finas sob os olhos. Aos 30 anos surgem linhas finas de expressão nos ângulos e comissuras dos olhos (pés de galinha), a partir dos 35 anos e progressivamente, podem aparecer bolsas sob os olhos e pálpebras caídas, visto que os músculos se tornam flácidos. Perto dos 40 anos, e ao reduzir-se a atividade do músculo ocular, pode ser necessário o uso de óculos para ler, se necessitar e não os usar, isso favorece a aparição de rugas entre as sobrancelhas.

DENTES: Há uma perda progressiva da ligação dos dentes e as gengivas, e aos 45 anos, 25% das pessoas perde todos os dentes, e aos 50 anos, perdem-nos cerca de 50%, aos 60 anos os valores aumentam para os 75%.

CÚTIS: Os ossos faciais são os que sustem a pele do rosto, por isso as pessoas com ossos salientes, pômulos altos, frontes abauladas e queixo forte, parecem que envelhecem menos do que as outras pessoas, isso deve-se apenas ao fato da pele ter mais pontos onde se pode apoiar.

PESCOÇO: Aos 40 anos, a pele do pescoço seca devido à perda da humidade natural, e nesta idade perde-se também a tonicidade muscular, aos 50 anos começam a aparecer rugas devido à perda de elasticidade do tecido e pode surgir então o duplo queixo. Quanto mais saliente for o queixo, mais tarde vai aparecer essa papada inestética.


SEIOS: Perto dos 40 anos os seios começam a estar mais frouxos devido às variações hormonais próprias da menopausa. Naturalmente essas variações serão mais notórias se os seios forem grandes ou pesado. Em algumas mulheres, especialmente nas magras, os seios reduzem de tamanho e as glândulas mamárias encolhem.

PARTE SUPERIOR DOS BRAÇOS: Dos 40 aos 50 anos, os tecidos elásticos da parte superior dos braços perdem a sua tensão e tendem a descair com a idade, originando bolsas de carne que se alojam na parte interna dos braços. Esse problema é mais relevante em pessoas obesas.

MÃOS: Desde os 25 anos e de forma progressiva, a perda da hidratação natural faz com que as mãos se ressequem e acusem mais as agressões externas, como o frio e o sabonete. Dos 35 aos 45 anos, surgem sinais de rugas, porque existe uma perda de elasticidade. Aos 45 anos surgem manchas castanhas, sinal evidente de envelhecimento. Estas manchas serão mais numerosas e pronunciadas a partir dos 60/70 anos.

COLUNA: A partir dos 50 anos, e em consequência da menopausa, pode surgir uma osteoporose, que é uma perda da densidade óssea do corpo com uma possível fragilidade dos mesmos. A partir dos 60 anos, podem aparecer dores nas articulações e cartilagem que vão afetar a coluna, ancas, dedos das mãos, joelhos, etc. Por volta dos 70 anos, denota-se que a pessoa diminuiu a sua estatura.

ESTÔMAGO E VENTRE: Aos 25 anos, há uma diminuição da tonicidade dos músculos desta zona, devido especialmente aos insuficiente exercício físico. Entre os 30 e 40 anos, pode aparecer flacidez, como resultado, de uma perda de tonicidade, o problema será tanto mais acusado quanto maior for o excesso de peso que a pessoa tenha.


CINTURA: Passado os 40 anos, há uma perda do contorno da silhueta, dando um aspecto mais quadrado à figura, especialmente pronunciado se a pessoa tiver excesso de peso, embora pouco, porque se situa à volta da zona central do corpo. Regra geral, isso deve-se ao fato de se levar uma vida pouco ativa, e porque muitas mulheres acusam retenção de líquidos.

COXAS: Os inchaços anti-estéticos causados pela celulite podem surgir entre os 15 e 20 anos. Com a passagem dos anos, vai-se agravar o problema por causa da falta de exercício, de uma mais lenta circulação sanguínea, um excesso de gordura acumulada, ao qual se vai juntar ainda a flacidez da própria idade.

PERNAS: A partir dos 40 anos, o mau-estar geral pronuncia-se nas pernas. Produz-se uma diminuição da mobilidade articular, a drenagem é menos eficiente e pode existir retenção de líquidos, especialmente nos joelhos e tornozelos. As veias podem ficar mais salientes e visíveis. A pele torna-se extraordinariamente seca, com um grande número de células descamadas, o que torna as pernas esbranquiçada.

PÉS: Depois dos 40 anos, os problemas podem aparecer nos pés como: joanetes, calos, peles duras nos calcanhares, nos polegares e na planta dos pés, unhas mais frágeia e mais grossas.

Claro que essas características variam de pessoa para pessoa ;)