quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Microagulhamento - Nova técnica para deixar sua pele nova e bem cuidada para o verão.

Quer ficar mais jovem e sem cirurgia?


Então aposte no microagulhamento para rejuvenescer a pele.


Se você é daquelas pessoas que fazem loucuras para ter a pele sempre jovem e bonita, que compram cremes caríssimos para acabar com manchas e cicatrizes, além de apelar para receitas caseiras, entre outras coisas, vai ficar maluquinha com essa técnica que chegou para abalar (de forma positiva) a sua pele e que promete cútis de princesa. O nome da técnica é MICROAGULHAMENTO, e a dermatologista Carla Gayoso explica que: "Consiste em passar um cilindro repleto de micro agulhas que promovem perfurações mínimas na pele, estimulando mecanicamente a produção de colágeno e permite uma maior absorção de princípios ativos aplicados antes ou depois do procedimento". "Esse tratamento é uma ótima alternativa ao laser", complementou a esteticista Izabel Gayoso.

Esse procedimento também recebe o nome de DERMAROLLER ou MESOROLLER, e é indicado para todos os tipos de pele, promovendo sua renovação. As agulhas desse cilindro que rola na pele medem de 0,5 milímetros a 2,00 milímetros, que perfura a pele com profundidade variável, dependendo apenas da necessidade do paciente. A intenção é estimular mecanicamente a pele a produzir colágeno, passando por 3 processos: inflamação, proliferação (etapa que as células se multiplicam) e a remodelação (quando o tecido é reestruturado e as células mortas são eliminadas, deixando a pele mais resistente e com uma aparência mais uniforme).

Ao se tratar dos princípios ativos, "a absorção dele se dá através da penetração das agulhas, que criam canais fazendo com que os ingredientes presentes nos produtos de tratamento possam alcançar as partes mais profundas da pele com mais eficiência do que se fossem aplicados de maneira tópica", explicou Carla. Com o aumento do colágeno, o procedimento promove a diminuição das linhas de expressão, cicatrizes de acne, outros tipos de cicatrizes e estrias.

Quanto à dor, a médica informou que geralmente não é dolorida, mas que a paciente poderá sentir "suaves picadas", e ter micro-sangramentos no local. Se for preciso atingir camadas mais profundas da epiderme, poderá ser aplicado um anestésico no local. Diz ainda que "são realizadas no mínimo três sessões com intervalo de 30 a 60 dias. Nos primeiros dias a pele pode apresentar vermelhidão, que pode ser disfarçado com maquiagem (ufa!!! Só aqui já é melhor do que laser), sem necessidade de permanecer em casa", afirmou. Deve-se também ter alguns cuidados, pois como a técnica é recente, e que alguns ativos para aplicação no tratamento tem restrições, principalmente os medicamentos. Da mesma forma que, se a pele estiver passando por alguma inflamação, como uma acne ativa, não poderá ser realizado o tratamento.

Segundo a esteticista Izabel Gayoso, muitos homens estão procurando o tratamento. Ela dia que, "antigamente, de cada 10 pacientes, no máximo 2 eram homens. Hoje, de cada 10 há 4 pacientes homens. E são de todas as idades". Izabel conta que tem um paciente com mais de 90 anos e que a cada seis meses faz o tratamento.

Prós e Contras:

Segundo Carla Gayoso, a vantagem é o baixo custo. Já a desvantagem é que o procedimento não é tão eficaz quanto os procedimentos que usam luz pulsada ou lasers fracionados.

Claro que não poderíamos ter tudo não é meninas (os). De qualquer forma, fica aí uma dica para rejuvenescer a sua pele.


Espero que tenham gostado...

Participe do Blog você também - Comente, Compartilhe, dê a sua Opinião.

Fonte Texto: Jornal Correio da Paraíba
Fonte vídeo: Microagulhamento


Sobre a Autora:
Renata Nicolau - É Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (Brasil), trabalha com fitness há 16 anos. Cursou Estética no CEAC / Portugal. É Maquiadora, Consultora de Beleza Independente Mary kay e Designer de Bijouterias.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...